O Melhor De Mim por Nicholas Sparks

Sinopse
"Na primavera de 1984, os estudantes Amanda Collier e Dawson Cole se apaixonaram perdidamente. Embora vivessem em mundos muito diferentes, o amor que sentiam um pelo outro parecia forte o bastante para desafiar todas as convenções de Oriental, a pequena cidade em que moravam. Nascido em uma família de criminosos, o solitário Dawson acreditava que seu sentimento por Amanda lhe daria a força necessária para fugir do destino sombrio que parecia traçado para ele. Ela, uma garota bonita e de família tradicional, que sonhava entrar para uma universidade de renome, via no namorado um porto seguro para toda a sua paixão e seu espírito livre. Infelizmente, quando o verão do último ano de escola chegou ao fim, a realidade os separou de maneira cruel e implacável. Vinte e cinco anos depois, eles estão de volta a Oriental para o velório de Tuck Hostetler, o homem que um dia abrigou Dawson, acobertou o namoro do casal e acabou se tornando o melhor amigo dos dois. Seguindo as instruções de cartas deixadas por Tuck, o casal redescobrirá sentimentos sufocados há décadas. Após tanto tempo afastados, Amanda e Dawson irão perceber que não tiveram a vida que esperavam e que nunca conseguiram esquecer o primeiro amor. Um único fim de semana juntos e talvez seus destinos mudem para sempre."

Autor: Nicholas Sparks
Editora: Arqueiro

Ano: 2012
Páginas: 272
Gênero: Romance
    

Como eu disse na Tag chatice literária esse livro me surpreendeu muito, eu achei que seria super clichê, romance chatinho essas coisas, mas quando eu terminei de ler eu vi que Sparks caprichou na obra e que realmente não é uma história bobinha.

Dawson Cole é um homem de 42 anos que vivia em uma cidade pequena e – por conta do passado de sua família – as pessoas sempre esperavam que ele fosse cometer um crime. O motivo? Todas as gerações de sua família foram pobres e os membros sempre se envolviam com algo – assassinato, tráfico e afins. Ele sempre foi diferente de seus familiares e não se importava com o que as pessoas pensavam – ou pensava que não se importava – até conhecer a bela Amanda.

Amanda Collier era uma garota atraente e vinha de uma família nobre. Ela sempre nutriu uma atração por Dawson, mas só quando eles se tornaram parceiros de laboratório é que ela teve a oportunidade de conquistá-lo. Porém, era fácil prever que a sociedade de 1984 não aceitaria a união de uma mulher nobre e um homem com uma reputação questionável. Lutando contra todos e aproveitando o forte amor que existia entre eles, Amanda e Dawson tentaram manter o seu relacionamento forte – mesmo com as intervenções da família de Amanda e as ameaças da família de Dawson. Mas é claro que – ao ver a sua amada perdendo o seu futuro – Dawson decidiu que seria melhor que eles seguissem caminhos diferentes. Mas será que é possível lutar contra o destino?

quando Tuck Hostetler, um mecânico da cidade que sempre foi solitário e amigos de ambos os personagens, falece é que os caminhos de Dawson e Amanda voltam a se cruzar. Agora ambos terão que voltar à cidade que deu início a uma paixão incontrolável para atender aos últimos pedidos de um querido amigo. Nem o tempo é capaz de sumir com um sentimento tão forte…

A narrativa do autor é em terceira pessoa, intercalando entre capítulos do Dawson e Amanda, eu gostei bastante já que assim me possibilitou ter uma boa visão da história.

Os personagens são muito convincentes e possuem uma grande experiência de vida que o autor não deixa de fora e conta tudo no livro, ele engancha um assunto no outro e assim consegue passar para o leitor tudo o que os personagens passaram durante a vida.

O que eu mais gostei foi que ele conseguiu passar uma verdade muito grande na história, as vezes eu ate esquecia que aquilo é somente uma história. Eu adorei o fato do título combinar totalmente com a trama e que o autor conseguiu mostrar que aquilo não é tão clichês e que sim pode acontecer na vida real. Adorei o jeito que o personagem Tuck se relaciona com eles depois da morte, isso me lembrou um dos meus livros favoritos: P.s eu te amo, e ficou muito legal.

O que não gostei foi que o autor seguiu o mesmo estilo de quase todas as obras dele, uma história de tirar o folego e um fim trágico, foi um pouco previsível, mas do mesmo jeito me surpreendi, o final é muito bom o autor conseguir me tocar com o jeito que ele decidiu fechar a obra.

Recomendo a leitura pra quem gosta desse gênero e faz questão de ler tudo do Sparks, o livro é realmente muito melhor do que você pode imaginar. Sem contar que a adaptação do livro sai esse ano :D.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Lançamentos de Julho | 2016

Sumiço, Mudanças + O Que ando lendo