Fake por Felipe Barenco

Sinopse
""Fake" é um ya nacional com temática gay. Conta a história de Téo, que está prestes a completar vinte anos e acabou de passar para o curso de Direito. Não bastasse a euforia em começar a faculdade, ele se apaixona por Davi, um garoto que chegou ao Rio de Janeiro para ser ator.
Saiba mais em livrofake.com.br"











Autor: Felipe Barenco
Editora: Umô
Ano: 2014
Páginas: 264
Gênero: Romance
    

Fake é um romance nacional publicado de forma independente pelo autor Felipe Barenco. O livro pode ser encontrado para venda em seu site oficial  livrofake.com.br.

Antes de qualquer coisa, é bom salientar que faz um bom tempo que não leio um nacional e minhas expectativas com Fake estavam altas, pois aparentemente todo mundo que leu terminou adorando. O enredo do livro é bem curioso e foi difícil não se animar com a leitura.

Fake conta a vida do Téo, ele está entrando na faculdade de Direito, tem uma vida aparentemente normal e vive com seus dilemas, duvidas e incertezas. Ele mora no Rio de Janeiro, é um gay não assumido e se vê em uma paixão que leva para caminhos que jamais imaginou.

Faz um tempo que não leio um livro com essa temática, principalmente tratada de uma forma tão bacana. Disse nas minhas redes sociais e torno a repetir aqui, ler Fake no mesmo momento que eu e o personagem estávamos passando, vestibular e tudo mais, foi algo que fez a minha experiência de leitura ainda mais completa e especial.

O Felipe Barenco escreve de uma maneira bem ágil e rápida, sem muitos rodeios e dispersões, ele conversa com o leitor de uma forma genuína, sendo assim tarefa difícil não se apegar aos personagens.

A leitura flui rapidamente, o enredo é simples e bem desenvolvido. Ao decorrer da leitura, o autor apresenta algumas quedas de escrita e ritmo mas nada que impeça o desenrolar do texto.


Fake toca em assuntos polêmicos e delicados, de maneira diferente, peculiar e acima de tudo, bem humorada. Aids, traição, tabus, padrões e principalmente aceitação, em todos os sentidos, entra na pauta da obra que não pede pra ser aceita por ser diferente mas sim ser lida porque é precisa.

Ah, Téo. Sabe aquele personagem que você uma hora ama, outra hora quer esbofetear?, pois então.  A construção dele e a sua forma de ver as coisas são incríveis, porem suas atitudes incompreensíveis. A todo tempo eu me via nele, e entendia o seu pensamento, mas não conseguia entender porque ele agia como agia, talvez é preciso enfrentar uma situação para poder compreende-la totalmente, mas isso me fez criar um pequeno distanciamento e desapego com ele, acontece.

Como um bom YA, Fake entrega ao leitor uma trama que apesar de tocar em assuntos fortes, se sobressai com um bom tom de romance e humor de uma maneira cativante que só um bom brasileiro consegue fazer. Recomendo!.

Comentários

  1. Aah, sempre quis muito ler esse livro. Obras com assuntos polêmicos conseguem abrir nossa mente pra detalhes que nunca nem imaginamos, nos faz ver as coisas de uma forma diferente. Ótima resenha!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "Os 13 porquês", vem conferir!

    ResponderExcluir
  2. Oi Guilherme!
    Eu já havia ouvido falar deste livro e estava realmente interessada em ler, e acho que cada vez que leio mais sobre ele, mais aumenta essa vontade e (talvez) necessidade de adquirir um exemplar e me sentar para ler, haha. Tentarei ver se consigo realizar isso em breve. Ótima resenha!

    Beijos!
    Hels, The Blue Blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Hels!
      Que legal!, espero que consiga ler em breve, é muito bom!.
      Obrigado!

      Excluir
  3. Oi, Guilherme!
    Muito legal divulgar livros independentes de qualidade.
    Me interessante a temática!

    Beijos!
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Gui!
    Fico feliz que você tenha gostado do livro (: Como você disse, a construção dos personagens faz com que nos identifiquemos com o cotidiano deles. Aliás, concordo com você, Téo é um desses personagens que amamos mas queremos dar uns tapas vez ou outra.
    Abraços!
    apenasumaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Esse livro parece ser beeem bacana, sempre leio algo sobre ele e fico querendo conhecer melhor a história. Fico feliz que tenha gostado do livro em si, isso nos motiva a querer ler.
    Beijos.
    Nasci Gabriela - www.nascigabriela.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi, Guilherme, tudo bem?
    Já conhecia "Fake" e tinha me interessado muito pelo livro, pois, como você disse, a temática é bem curiosa.
    Vou ver se compro para presentear um amigo, pois todos falam tão bem deste livro.

    Abraço!
    http://tudoonlinevirtual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Égua, eu quero ler Fake a tanto tempo que nem sei mais! Essa capa é maravilhosa e eu tenho muita vontade de saber o que tanto passa na cabeça do tal do Téo haha

    enquantotipico.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi, Guilherme! Tudo bem?
    Eu já li uma resenha de "Fake" e fiquei bem empolgada, ainda não conferi nenhum nacional que trata a temática LGBT com tanta leveza e conquiste tanto. Acho tão legal poder contar com livros assim, ainda mais nacionais, pois é difícil encontrar questões de diversidade e representatividade nos livros, sinto que hoje as pessoas não exploram tudo aquilo que deveriam explorar nessas historias. Enfim, estou muito ansiosa para conhecer o Téo e melhor ainda ainda saber que você não se decepcionou com o livro! Bjs
    Jéssica S. - http://lereincrivel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

DEIXE A SUA OPINIÃO!

Postagens mais visitadas deste blog

O Adulto por Gillian Flynn

Sumiço, Mudanças + O Que ando lendo

Os Lançamentos de Julho | 2016