Fome por Michael Grant

Sinopse 
"Já se passaram três meses desde que todos os menores de quinze anos ficaram presos na bolha conhecida como o LGAR. As coisas só pioraram. A comida está acabando, e as crianças cada dia mais estão a desenvolvendo habilidades sobrenaturais. Logo ocorrerá tensão entre aqueles com poderes e os sem poderes, e poderá ocorrer uma tragédia indescritível, irrompendo o caos. Normais contra os mutantes, e uma batalha com rumo sangrento. Mas há algo escondido que é mais perigoso. Uma criatura sinistra conhecida como a Escuridão começou a chamar os sobreviventes do LGAR. Ela precisa de seus poderes para sustentar a sua própria. Quando a Escuridão chama, alguém vai responder – com consequências fatais."



Autor: Michael Grant
Editora: Galera Record
Ano: 2011
Páginas: 529
Gênero: Ficção Científica
    

#1: Gone
#2: Fome
#3: Mentiras
#4: Praga
#5: Medo

Esta resenha NÃO contém spoilers!

Fome é a sequência de Gone (resenha aqui), série publicada aqui pela Galera Record. A série tem 6 livros e 5 deles já foram publicados pela Galera.

Quando li Gone há um tempo atrás, fui com as expectativas baixadas depois de querer muito ler a série mas ter demorado um bom tempo pra ter começado. O livro me surpreendeu demais e acabou sendo uma leitura fantástica. Sendo assim, estava muito ansioso para ler Fome.

Essa resenha não tem spoilers, então a única coisa que posso dizer do enredo é que o título diz muito sobre o livro. Depois de um tempo presos em Praia Perdida por conta da gigante redoma que desceu sobre a cidade, as crianças todas menores de 14 anos que restaram não souberam lidar com a comida e esta tudo acabando. O que era fácil de comer se foi muito rapidamente, por serem crianças eles mal pensaram que deveriam conservar, afinal de contas, os adultos já já voltariam, não?.

As mutações e as coisas bizarras que acontecem nessa cidade começam a ficar cada vez mais sérias em um livro quente, faminto e angustiante.

Logo de princípio, a primeira cena do livro é incrível e chocante, demonstrando bem o tom que o autor deu para ele. Lembro me de estar no ônibus lendo aquele primeiro capítulo e acho que nunca mais vou esquecer.



A edição da Galera ta muito boa, amo as capas brasileiras mais do que as americanas. Esse amassado na capa foi porque já comprei assim.

Nesses livros os personagens são submetidos a coisas mais cruéis e a situações as quais eles não sabem o que fazer, aliás, estar em uma cidade sem nenhum adulto traz consequências impensáveis para essas crianças, as coisas as quais eles fazem para sobreviver mostra muito a que ponto o humano volta para seu primitivo em uma situação dessas.

O começo do livro é meio lento, as coisas vão acontecendo mas o autor toma seu tempo pra explorar cada aspecto do ambiente que ele criou e mostrar isso sem se apressar para o leitor. Depois disso, o ritmo é frenético, muitas e muitas cenas bombantes vão acontecendo e é difícil largar a leitura.


Criei algumas teorias mas ainda assim não sei o que os próximos livros me aguardam, já comprei as sequências e assim que chegar vai furar fila.

De modo geral, esse é um livro muito bom de uma série muito boa!. Vale a pena ir atrás pois o nível de originalidade e competência do autor é 10. Não é uma série que todo mundo irá gostar mas certamente uma série fantástica.

Comentários

  1. Oie Gui =)

    Lembro de quando essa série foi lançada todo mundo só falava dela. Mas por algum motivo apesar de gostar de distopia ela nunca me chamou a atenção.

    Além disso, confesso que hoje tenho um pouco de preguiça de pegar uma série que cinco livros lançados para ler rs...

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  2. Oi Gui,
    Essa distopia está na minha lista, mas por ter desanimado com alguns livros da mesma temática, estou adiando este.
    Mas não vou desistir, pode não ser agora, mas leio!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá, Gui.

    Rapaz, eu lembro da resenha do primeiro livro e que fiquei interessado para ler. Esse segundo me fez lembrar a série que está passando agora na globo e também uma espécie de "No limite", rs.
    Que sufoco!

    Abraço.
    Diego, Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Concordo quanto ao início ser lento. Tô travada nele há uns anos, sem brincadeira :( li Gone há muito tempo, e demorei pra adquirir Fome. Daí nem lembrava de muitos detalhes da história, e me deu preguiça de continuar o livro. Mas depois da sua resenha vou ver se crio coragem pra retomar a leitura!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi
    que bom que está curtindo ler essa série de livros, já vi eles em promoção, mas quase não vejo ninguem comentar, mas a sinopse sempre chamou minha atenção.


    http://momentocrivelli.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Guilherme!
    Há tempos que ouço falar dessa série, mas nunca tenho certeza de como me sinto a respeito dela UHASUAHSUHASUHASUHASUHAS A fila de livros para ler é tão grande que eu sempre fico na dúvida se devo adicionar aqueles que são um "hm, não sei" ou não.
    Mas que bom que você gostou! A melhor sensação que tem é pegar uma continuação de uma livro que gostamos e ter a certeza de que a história continua tão incrível quanto antes.

    bjs

    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  7. Enviamos um convite para o teu email :)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

DEIXE A SUA OPINIÃO!

Postagens mais visitadas deste blog

O Adulto por Gillian Flynn

Sumiço, Mudanças + O Que ando lendo

Os Lançamentos de Julho | 2016