Sangue Na Neve por Lisa Gardner

Sinopse
"A policial Tessa Leoni matou seu marido, Brian Darby, em legítima defesa. A arma do crime está à vista de todos e os hematomas no corpo de Tessa confirmam a ocorrência. A policial também não fez questão de fugir, ou de arrumar qualquer justificativa para explicar aquele corpo estendido no chão da cozinha, portanto, aparentemente, o que a investigadora D.D.Warren tem à sua frente é o desfecho de uma briga doméstica. Um caso simples. No entanto, ao abrir o inquérito, D. D. terá uma surpresa: este não é o primeiro homicídio de Tessa Leoni e — afinal — onde está a filhinha de seis anos da policial? Será que a policial Leoni realmente atirou em seu marido para matá-lo? Uma mãe seria capaz de prejudicar intencionalmente sua filha? D. D. Warren, a experiente detetive que acredita que desvendar um caso é como mergulhar na vida do criminoso, enfrentará mais uma investigação que a levará a uma busca frenética por uma criança desaparecida enquanto tenta encaixar as peças de um mistério familiar que a levará a quebrar os muros do corporativismo policial."


Autor: Lisa Gardner
Editora: Novo Conceito
Ano: 2013
Páginas: 416
Gênero: Policial/Investigação
        

Lisa Gardner é uma grande escritora de Thrillers policiais americanos, em Sangue Na Neve, mais um caso da investigadora D.D Warren, ela não deixa a desejar e se mostra uma das melhores escritoras do gênero.

A narrativa é quase toda em terceira pessoa com alguns capítulos narrados sobre o olhar da policial Tessa Leoni, acusada de matar o marido e sumir com a filha.
Embora essa maneira de narrar os fatos pudesse entregar muitas das surpresas, já que Tessa Leoni é a única que pode responder, de fato, o que aconteceu na manhã de domingo na qual seu marido foi dado como morto, Lisa Gardner conseguiu construir a história de forma que nenhum ponto seja entregue antes da hora, possibilitando, assim, que o leitor seja surpreendido.
Enquanto D.D. Warren faz suposições, fornecendo possíveis soluções para o caso, a narrativa de Tessa vai fundamentando e dando corpo aos fatos e, antes de tudo ser esclarecido, paira a dúvida sobre seu envolvimento: vítima ou culpada?

Lisa me lembrou algumas vezes com o Harlan Coben (meu autor preferido), eles tem algumas histórias parecidas e características que você encontra tanto nos livros dele quanto no dela, eu gostei da escrita da autora mas ainda prefiro o Harlan.

Mesmo sendo um pouco previsível, já que o livro caminhava no destino que teve, me surpreendi em alguns pontos, o caso pode parecer meio bobo, pequeno e duvidei se dava realmente um livro quando li a sinopse, mas Gardner criou toda uma história por trás desse simples acidente dando todo um motivo, e uma boa justificativa para o final.

Dei 4 estrelas para o livro porque esperava um pouquinho mais da história. O livro faz parte de uma serie da detetive D.D Warren ou seja cada livro da serie é um caso diferente e podem ser lidos fora da ordem, esse ponto foi ruim porque a autora fala sobre alguns fatos da vida pessoal da D.D. e por ser um livro do meio da serie eu fiquei meio confuso por não estar lendo na ordem, ''Viva para contar'' e ''Esconda-se'' são outros livros da serie da detetive que já foram lançados aqui no Brasil.

A leitura é recomendada pra quem como eu gosta do gênero, é uma boa pedida.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sumiço, Mudanças + O Que ando lendo

Lembrança por Meg Cabot

Os Lançamentos de Julho | 2016