Garota, Interrompida por Susanna Kaysen

Sinopse
"Quando a realidade torna-se brutal demais para uma garota de 18 anos, ela é hospitalizada. O ano é 1967 e a realidade é brutal para muitas pessoas. Mesmo assim poucas são consideradas loucas e trancadas por se recusarem a seguir padrões e encarar a realidade. Susanna Keysen era uma delas. Sua lucidez e percepção do mundo à sua volta era logo que seus pais, amigos e professores não entendiam. E sua vida transformou-se ao colocar os pés pela primeira vez no hospital psiquiátrico McLean, onde, nos dois anos seguintes, Susanna precisou encontrar um novo foco, uma nova interpretação de mundo, um contato com ela mesma. Corpo e mente, em processo de busca, trancada com outras garotas de sua idade. Garotas marcadas pela sociedade, excluídas, consideradas insanas, doentes e descartadas logo no início da vida adulta. Polly, Georgina, Daisy e Lisa. Estão todas ali. O que é sanidade? Garotas interrompidas."



Autor: Susanna Kaysen
Editora: Única
Ano: 2013
Páginas: 189
Gênero: Não-ficção/Relato
    

Garota, Interrompida é o livro em que Susanna Kaysen relata sua experiência de dois anos em que ficou internada em um hospital psiquiátrico. O livro foi publicado no Brasil pela editora Única.

Descobri sobre esse livro pela adaptação protagonizada pela Angelina Jolie, ainda não assisti o filme porque esperei ler o livro primeiro, mas sempre vejo comentários positivos em relação a ele. Inclusive, ela ganhou o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante pelo filme.


Mas do que se trata o livro?

Em Garota, Interrompida, Susanna relata sobre sua experiência de quando foi internada em um hospital psiquiátrico entre 1967 e 1969. Susanna foi diagnosticada com transtorno de personalidade, depressão e automutilação. A autora então nos narra como foi essa experiência, a relação dela com as outras internas e o real porquê de ela ter sido internada.

Por ser um livro de não-ficção eu pensei que fosse puro texto e uma narrativa super arrastada. Não é esse o caso.
Algo que achei muito interessante nesse livro foi o fato de a autora usar diálogos e possuir uma escrita leve e fluida. Não é aquele texto chato e que faz você querer estar fazendo outra coisa, a autora prende o leitor muito rápido e o mantem dentro das paginas.

Garota, Interrompida mostra de um forma muito sincera e real como as pessoas eram tratadas nesse hospital, fiquei muito feliz de ver que o tempo todo a autora não mascarou nenhum fato e abordou alguns temas polêmicos de uma maneira livre, sem ser forçada e sem ser explicita demais.

"As cicatrizes não têm personalidades. Não são como a pele da gente: não mostram a idade ou alguma doença, a palidez ou o bronzeado. Não têm poros, pelos ou rugas. São uma espécie de fronha, que protege e esconde o que houver por baixo. Por isso a criamos. Porque temos algo a esconder."

Susanna também nos mostra a vida das outras mulheres que estavam internadas junto com ela no hospital, casos muitas vezes revoltantes e internações que claramente são injustas.  Se você é um ativista ou gosta do assunto feminismo, é legal ler pois a autora faz um ótima reflexão de como as mulheres eram tratadas nessa época pelo simples fato de ser mulher.

O livro é também uma grande crítica à sociedade e a forma como nós julgamos pessoas que sofrem de algum distúrbio. A coisa mais legal é que a autora tem esses distúrbios e ela nos narra a estória, ou seja, a visão que temos sobre o assunto é muito clara, fazendo com que quem nunca parou para ler sobre o assunto ter um contato forte e sincero sobre tudo isso.

O texto da autora tem muito diálogo mas também algumas partes mais técnicas em que ela comenta sobre alguns tópicos e expõe a opinião dela. Sendo assim, não é nem um livro com muito texto e nem com muito diálogo, acho que isso, associado a sua escrita cativante deixaram o livro no ponto certo. O final é muito bom e o título do livro é explicado nas últimas paginas.

O que me fez dar 4 de 5 estrelas para o livro foi que achei que a autora podia ter explorado mais alguns ''personagens'', outro motivo foi que a narrativa, lá pela metade do livro decai um pouco deixando a leitura meio arrastada.

Garota, Interrompida é aquela leitura que vai te fazer pensar e refletir sobre alguns de seus conceitos. Confesso que vejo algumas coisas de outra maneira depois de ter lido esse livro.
Em síntese, Susanna Kaysen conseguiu abordar vários assuntos interessantes em um texto dinâmico e inteligente, sem ser repetitivo. 
O que é loucura? O que é certo? Até que ponto o ser humano pode interferir na vida do outro?. Você não vai descobrir lendo o livro mas vai achar o caminho para a resposta. Recomendo!.

Comentários

  1. Parabéns pela resenha Guilherme! Já li Garota, Interrompida e curti bastante. Abraço!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  2. Eu assisti o filme ano passado e adorei! Só depois que descobri que tinha o livro.
    É uma pena que a autora não tenha explorado bem os "personagens" como diz você hahaha e é horrível quando um livro começa super bem e depois vai se tornando arrastado :s
    ainda assim, pretendo ler um dia, pois o filme é realmente muito bom.
    A atuação da Angelina está impecável.

    Beijos,
    Duas Leitoras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahah, eu coloquei entre aspas pois essas pessoas na verdade existem mas eu os encaro como personagens.

      Excluir
  3. Oii Gui, tudo bom?
    Tenho muuuita curiosidade com esse livro, li ótimas resenhas sobre ele!
    ótima resenha
    Um beijo!
    Garota do Livro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Katrine! tudo sim.
      Espero que goste!
      Obrigado! :)
      Beijo

      Excluir
  4. Oie,
    sempre tive vontade de ler o livro e ver o filme, mas sempre que pego perco a coragem e passo para o próximo. rsrsrs

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  5. Adorei a resenha e parece ser um ótimo livro. Fiquei interessada, vou procurar para ler <3
    Um beijo

    Dicas para Todas

    ResponderExcluir
  6. Oi, Guilherme! Tudo bem? Eu sempre vi esse livro no catálogo da Avon, mas nunca tive interesse em comprá-lo. Agora que li sua resenha, percebo que deixei passar uma grande obra, acredito que iria adorar o livro. Espero ter a chance de ver ele novamente, pois irei comprá-lo! :) Parabéns pela resenha!

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, as vezes julgamos pela capa!. Espero que goste. Obrigado!.

      Excluir
  7. Oie Guilherme =)

    Falam super bem desse livro, mas ainda não tive a oportunidade de ler ele.
    A premissa é interessante, e pelo visto a história possui vários elementos que eu gosto. Espero poder ler ele logo ^^

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  8. Olá gui
    eu ainda não tinha visto esse livro da Unica e olha que eu sou bem antenado na
    editora, rsrs, achei bem legal, mas não seria o tipo de livro que eu leria no momento
    Abçs

    Passa Lá No Blog - http://ospapa-livros.blogspot.com.br/
    Passa Lá No Blog - http://ospapa-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Guilherme!
    Eu tenho esse livro em casa, mas ainda não criei coragem para ler \o/
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi, Guilherme! Eu to com esse livro na minha lista há um booom tempo, mas ainda não consegui comprar :(

    Beijão, Guta! ♥
    www.opinada.com

    ResponderExcluir
  11. Olá Guilherme
    Estou para comprar esse livro a muito tempo, mas nunca compro !
    Adorei a resenha !
    Beijos
    http://focadasnoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi Guilherme.
    Gostei da resenha e sempre me interessei por esse tipo de livro, mas na minha realidade atual de faculdade e trabalho seria impossível ler algo mais denso assim. :( Tenho optado por obras mais leves e divertidas para desopilar mesmo.
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  13. Uow, não sabia nem mesmo que tinha filme disso, que legal!! Adoro essas coisas de hospital psiquiátrico, mas deve ter sido um tanto quanto difícil pra ela escrever esse livro, ein. Com certeza vou ler!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem post novo no blog sobre os Multitalentos, vem conferir!

    ResponderExcluir
  14. Oi, Guilherme!
    Li esse livro e gostei bastante da forma como a Susanna escreveu. Realmente, ela não enfeitou nem mascarou nada, foi um enredo bem realista.
    Estou muito curiosa para assistir o filme, quero saber se modificaram muita coisa.
    Adorei a resenha.
    Beijos

    Construindo Estante || Curta a fan page
    Sorteio de caneca personalizada de A Culpa é das Estrelas. Participe!

    ResponderExcluir
  15. OI Gui!
    Realmente quero ler esse livro e assistir ao filme, nessa mesma ordem (rs.).
    Parece um livro forte e muito dramático e que pode ser muito polêmico também.
    Vale a pena. Como sempre você fez uma ótima resenha.

    Até mais! *---*
    .
    Diego França, blog vida & letras
    blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Oi, tudo joia?
    Acredita que é a primeira vez que vejo falar sobre esse livro? hahaha, adorei a resenha, ficou muito bem escrita. Fiquei com curiosidade de ler *--*

    Beijos
    intoxicadosporlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Oi Guilherme!
    Eu ainda não li o livro nem vi o filme, mas já sei que quando ler vou ficar com raiva... fico imaginando como tratavam as mulheres nesse lugar, deve ser bem triste.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  18. Oi Guilherme!
    Sempre quando falam nesse livro, é o filme que me vem à mente. Mas acredita que eu não sabia que era uma história de não-ficção? Achei mais interessante agora.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Ótima resenha.
    Ja li mto sobre esse livro, mas nunca me interessei muito.

    Abraço
    mundoemcartas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Postar um comentário

DEIXE A SUA OPINIÃO!

Postagens mais visitadas deste blog

Sumiço, Mudanças + O Que ando lendo

Lembrança por Meg Cabot

Os Lançamentos de Julho | 2016