A Ilha dos Dissidentes por Bárbara Morais

Sinopse
''SER LEVADA PARA uma cidade especial não estava nos planos de Sybil. Tudo o que ela mais queria era sair de Kali, zona paupérrima da guerra entre a União e o Império do Sol, e não precisar entrar para o exército. Mas ela nunca imaginou que pudesse ser um dos anômalos, um grupo especial de pessoas com mutações genéticas que os fazia ter habilidades sobre-humanas inacreditáveis. Como única sobrevivente de um naufrágio, ela agora irá se juntar a uma família adotiva na maior cidade de mutantes do continente e precisará se adaptar a uma nova realidade. E logo aprenderá que ser diferente pode ser ainda mais difícil que viver em um mundo em guerra.''






Autor: Bárbara Morais
Editora: Gutenberg
Ano: 2013
Páginas: 303
Gênero: Ficção cientifica
    

A Ilha dos Dissidentes é o primeiro livro da trilogia Anômalos da Brasileira Bárbara Morais, publicado pela editora Gutenberg.

Não é segredo pra ninguém que sou fascinado por distopias, sempre estou comentando sobre os livros desse gênero por aqui e estava com bastante vontade de ler A Ilha dos Dissidentes pois ele mistura distopia com um toque de paranormalidade, coisa que só vi em Estilhaça-me.

O livro vai girar em torno da Sybil, ela é a única sobrevivente do naufrágio do Titanic III, ela só sobrevive graças a seu poder relacionado á água que ela acaba de descobrir. Acontece que nesse mundo distópico as pessoas são dividas entre as especias e as normais. As especiais vivem em suas próprias cidades com seu próprio governo. Isso acontece pois essas pessoas especiais possuem dons que são visto pelas outras pessoas como aberração. A Sybil então começa uma nova vida com novos amigos (até ai tudo em pois ela é órfã e sua única amiga foi recrutada para o exercito), até que ela e seus amigos são convocados par uma missão que os fará entrar na Ilha dos Dissidentes.

Bom, eu tenho esse livro na minha estante há quase um ano, ganhei ele em um sorteio e estava animado em ler mas com o tempo a vontade foi passando e ele ficou de lado. Até que me bateu vontade de ler algo nacional - coisa que não faço há meses - e decidi dar uma chance para o livro. E não é que ele é bom?.

De cara, o que é legal destacar é a narrativa gostosa, bem desenvolvida, dinâmica e alucinante da Bárbara. Quando comecei a ler,  me surpreendi com o texto dela pois é daqueles tão bons de se ler que você simplesmente não quer parar. Não sei qual é a formula dela (talvez usar poucas virgulas e frases rápidas) mas é uma forma de escrever que cativa o leitor de primeira. 
Além disso, os capítulos sempre acabam com uma frase que te deixa com vontade de continuar lendo.

Sybil não foi uma personagem que me pegou de cara. Achei ela destemida e doidinha no começo mas não foi paixão á primeira vista, ao decorrer do texto fui conhecendo ela melhor e aprendendo a gostar dela.
Os personagens secundários são muito simpáticos e me afeiçoei com todos, Dimitri (aposto que é inspirado no Dimitri Belikov <3), Ava, Leon e claro, Andrei.

"Admitir que as vezes precisamos fazer o que parece absurdo para garantir o bem-estar de quem amamos é meio caminho andado para lidar com a dor."



O romance presente no livro é bem leve e quase imperceptível, há quem não goste, mas eu, particularmente, odeio quando os autores desse gênero focam muito no romance e esquecem de desenvolver todo o mundo e a politica da estória. A autora é muito feliz nessa parte, ela não deixa o romance bem levizinho de lado e também não deixa de desenvolver a parte política.

E se for falar da política dessa trilogia não posso deixar de deixar claro que eu fiquei fascinado com o mundo que a Bárbara criou, é muito interessante essa divisão que ela fez (não vou explicar muito pois acho legal vocês descobrirem), sem contar que usar a paranormalidade foi genial!.

Em suma, A Ilha dos Dissidentes foi um livro que me surpreendeu muito. A mistura perfeita de distopia com um toque de fantasia com certeza vai agradar quem gosta de livros desse gênero. O final também foi angustiante e não vejo a hora de conferir a sequência, A Ameaça Invisível. Recomendado!.

Comentários

  1. Oi, Guilherme! Tudo bem? Percebo que a Gutenberg sempre lança ótimos livros nacionais, nesse ano eu li um que eles publicaram (Rani e o Sino da Divisão) e adorei ele! Já conhecia essa trilogia e confesso que tenho muita vontade de lê-la! Adorei a resenha! :D

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tony!
      To com muita vontade de ler Rani!, que bom que gostou!, o livro é bem legal :)

      Excluir
  2. Oi Guilherme,
    Ótima resenha, estou doida para ler esse livro e conhecer o trabalho da Bárbara.
    Gostei que o romance é fundo de pano, assim a gente sabe que a ação toma conta haha

    bjs
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nana!
      Obrigado!, espero que goste do livro :)

      Excluir
  3. Heey!!
    Eu também amo distopias, creio que irei adorar esse livro. E é sempre muito bom ver que a literatura nacional está crescendo e ganhando o coração dos leitores haha
    Abraços!
    Blog - Desbravando o Infinito

    ResponderExcluir
  4. Olá :)
    li esse livro há algum tempo, mas até hoje não consegui a continuação. Gostei bastante, especialmente por se tratar de uma distopia, que adoro mesmo. Agora, já faz tanto tempo que, antes de ler a ameaça invisível, vou ter que reler esse pra relembrar...
    que bom que também gostou!

    ssentrelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Gostei da resenha Guilherme. Tenho o pé atrás com distopias e, ao contrário de você, prefiro aquelas que dão vazão ao romance também. De toda forma, confesso que ainda estou em dúvida se lerei o livro sim ou não. Abraço!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nessa!,
      Então, cada um é cada um, vai de voce ler ou não, pois o romance é em leve mesmo.
      Abraço!

      Excluir
  6. Tô muito curiosa em relação a essa trilogia e a sua resenha me fez querer ler ainda mais. Gostei do fato de que a autora se aprofunda nos fatos políticos, em Estilhaça-me achei que havia romance demais e por isso nem li os outros livros, mas pretendo dar uma chance à Barbara...
    bjus
    http://reticenciasliterarias.blogspot.com.br/
    Página Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Em Estilhaça-me notei que o romance é mais forte no primeiro volume, a autora desenvolve mais depois.
      Bjs

      Excluir
  7. Ola! Tudo bem?
    Essa trilogia parece muito interesante. Tenho vontade de le-la.
    Adorei a sua reaenha.
    Beijoa e boas leituraa!
    http://abracalibro.blogspot.com.es

    ResponderExcluir
  8. oi Guilherme!
    ótima dica! Estou com o livro aqui em casa, e logo vou começar a leitura \o/
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi Guilherme!
    Eu também adoro distopias e sempre fico interessada quando vejo um livro do gênero.
    Esse livro parece ser muito bom, quero ler!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  10. Oi Gui!

    Conheço a trilogia, sigo a autora pelas redes sociais ela e muito fofa. Infelizmente não li! Não vejo a hora de ler, tomara que eu consiga ler ainda esse ano.
    Adorei a resenha!

    Beijos!

    Cintia
    http://www.theniceage.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oie,
    não conhecia a trilogia. Já vi o livro por aí, mas nunca tinha parado para ler uma resenha.
    Parece ser uma ótima história.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi,
    Já ouvi falar nessa trilogia, mas tinha um pé atrás. Depois dessa resenha acho que vou criar coragem de ler.
    Bjs!
    Viciados Pela Leitura

    ResponderExcluir
  13. Oie Guilherme =)

    Já li algumas resenhas dessa trilogia, mas ainda não tive a oportunidade de ler.
    Quando assunto é distopia eu prefiro menos romance e mais ação, então pelo visto eu vou gostar desse livro rs...

    Ótima resenha!

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Pelo jeito vai gostar mesmo :). Obrigado!
      Abraço!

      Excluir
  14. Fiquei conhecendo esse livro no ano passado, estava morrendo de vontade de ler, pois amo o gênero, mas cade que eu lembro ?
    Acho essa capa tão diva hahaha; ótima resenha;

    Beijos
    http://intoxicadosporlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha, acontece.
      Obrigado!, espero que goste do livro.
      Bjs

      Excluir
  15. Eu li esse livro esses dias. Estava fuçando nos livros do meu sobrinho e vi ele lá. Como amo distopias peguei para ler. Eu adorei a história. Pena que meu sobrinho não gostou e dai não vai comprar o outro hehe. Mas assim que der eu vou ler a continuação.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  16. Oi, Guilherme!
    Li A Ilha dos Dissidentes ano passado e foi uma grande surpresa para mim também.
    Adoro distopias, quando decidi me aventurar nessa nacional, simplesmente adorei.
    A Bárbara soube dosar tudo muito bem no enredo.
    Beijos

    Construindo Estante || Curta a fan page
    #MêsDosNamorados do Costruindo Estante. Concorra a 1 vale presente de R$ 50,00 da Saraiva.
    Participe!

    ResponderExcluir
  17. Oie,
    Eu não conhecia a autora e nem o livro, mas achei bem interessante, a capa também é bonita.
    A resenha ficou ótima!

    Beijos,
    Juh
    http://umminutoumlivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Oi Guilherme!
    Ótima resenha, fiquei curiosa!
    Eu já tinha ouvido falar no livro, mas não tinha despertado a curiosidade. Gostei de ler sua opinião!
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  19. Oi Guilherme!
    Eu tenho muuuuita curiosidade em ler esse livro! Gostei de saber um pouquinho kais da história pela sua resenha. Eu já acho q deve haver um equilibrio entre o romance e o mundo distópico, n gostonnem qnd esquecem o romance, nem qnd esquecem a distopia, rsrs.
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Oi, Guilherme ! Tudo bem?
    Olha, curti um pouco a premissa do livro, mas eu nao sei se pegaria pra ler! Até o nome já me desanimou um pouco!

    Abraço

    mundoemcartas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Oi Guilherme! Estes livros da Barbara ainda não me despertaram interesse. Mas é verdade que todas as resenhas que leio são todas positivas e cada vez mais fico mais inclinada para a leitura. Quem sabe eu me surpreenda né?!

    Ótima resenha!

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  22. Olá gui
    adore ia resenha desse livro, achei muito top o livro todo, comprei só pela capa, ai quando eu parei para ler algumas resenhas e a sinopse eu me encantei de fez
    Abçs
    Passa Lá No Meu Blog Pleas - http://ospapa-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Já faz um tempão que queria ler o livro, mas não imaginava que era nacional! Que orgulho desse mercado que está avançando tanto nas distopias!

    Beijão, Guta! ♥
    www.opinada.com

    ResponderExcluir
  24. Oi Guilherme!
    Só vejo elogios desse livro, estou doida para lê-lo!
    Já tenho ele aqui, mas não tive a oportunidade.
    Adorei a resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

DEIXE A SUA OPINIÃO!

Postagens mais visitadas deste blog

Sumiço, Mudanças + O Que ando lendo

Lembrança por Meg Cabot

Os Lançamentos de Julho | 2016