Half Bad por Sally Green

Sinopse
"Nathan, filho de uma bruxa da Luz com o mais poderoso e cruel bruxo das Sombras. O adolescente vive com a avó e os meios-irmãos e é visto como uma aberração por seus pares. O Conselho dos Bruxos da Luz vê nele uma ameaça, que precisa ser domada ou exterminada. Prestes a completar dezessete anos – época em que todos os bruxos passam por uma cerimônia em que seu dom é finalmente revelado bem, como sua denominação como bruxo da Luz ou das Sombras –, agora Nathan terá que correr contra o tempo para achar o pai, que jamais teve oportunidade de conhecer, e salvar a própria pele."







Autor: Sally Green
Editora: Intrínseca
Ano: 2014
Páginas: 304
Gênero: Fantasia
     

Hald Bad é o primeiro livro da trilogia de mesmo nome da autora Sally Green publicado no Brasil pela editora Intrínseca. O livro é uma fantasia urbana um pouco diferente e vem fazendo burburinho entre os leitores. Estava bem ansioso para fazer a leitura e conferir do que se trata a história do Nathan.

O livro narra a trajetória do Nathan, ele vive em uma realidade em que bruxos são divididos entre Bruxos da Luz e Bruxos das Sombras. Basicamente, os bons e os maus. Ele é filho de simplesmente o mais perverso bruxo das sombras. Ele é criado por sua avó e agora, prestes a completar 17 anos se vê encurralado e precisa encontrar seu pai. Tarefa nada fácil.

Nesse universo criado pela autora os bruxos tem dons, ao completar dezessete anos o bruxo passa por uma cerimonia e então descobre qual dom ele possui e também que tipo de bruxo ele é, Sombra ou Luz.

Existe muita especulação para qual lado o Nathan vai e qual dom ele vai ter, afinal sua mãe era da Luz e seu pai das Sombras.

O Nathan é um personagem bem peculiar, imediatamente você percebe que ele não é totalmente normal e percebe isso pelo modo como ele é tratado, como ele foi concebido e como ele é criado.
Sally Green não tem dó e ele sofre bastante, o leitor fica com o coração no peito vendo tudo o que ele passa e tudo pelo que ele enfrenta simplesmente por ser quem ele é.

O desenvolvimento dele é perceptível, rápido e inegável, começamos o livro vendo ele com 8 anos e em capítulos curtos vamos acompanhando sua formação até os 17 anos. É indiscutível o quanto as coisas que ele passa transforma ele na pessoa que é.

“Desejado por nenhum. Caçado por todos”

Se tratando de escrita, a autora é sucinta e articulada, os capítulos são mesmo curtos e rápidos e em pucos parágrafos ele consegue criar situações e acontecimentos sem parecer forçado ou jogado dentro do enredo, ainda assim, várias vezes a autora cria confusão e prende o livro em uma gama de divagações.


O material usado pela editora desgasta bem fácil :/

Lá pela metade do livro a autora puxa um pouco a narrativa fazendo com que o ritmo de leitura decaia e o leitor se sinta perdido, mas então ela engata o ritmo novamente e conduz o leitor com maestria.

"O truque é não se importar. Não se importar com a dor, não se importar com nada.”

Algo que me chamou a atenção foi o uso da segunda pessoa, ela usa bastante no começo do livro fazendo com que o leitor se sinta vividamente dentro do livro, mas então, ela para e volta para a primeira. Adorei o uso da segunda pessoa e realmente queria que ela continuasse com ele, talvez não o livro todo mas em mais ocasiões. De certa forma senti que ela simplesmente jogou ali e depois resolveu voltar atrás.

Nathan não só precisa enfrentar a toda a situação com o Conselho dos Bruxos da Luz mas também precisa enfrentar perguntas que se formam na cabeça de todo adolescente. Auto-descobrimento, qual o papel dele no mundo, as reais intenções das pessoas e tudo mais. A autora leva isso bem mas senti que ela poderia ter explorado mais esse lado, não é difícil se afeiçoar com o Nathan mas poder conhecer mais quem ele é facilitaria ainda mais o processo.

De todo modo, Half Bad foi uma leitura muito proveitosa, com uma narrativa leve e dinâmica, um universo com vários elementos a ser explorado, ser capturado pelo livro acontece já nas primeiras páginas. Por ter se perdido no meio do caminho e não ter explorado mais a segunda pessoa, ele leva 4 estrelas. Recomendo muito para quem gosta de fantasia (que se passa na Inglaterra!) e uma leitura rápida e surpreendente.

Comentários

  1. Oi, Guilherme! Tudo bem? Adorei a resenha! Esse é um livro que eu sempre tive curiosidade de ler. Algumas pessoas o criticam duramente, mas outras o elogiam, então fico indeciso. Mas acho que o lerei em breve! :)

    Feliz natal!

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Gostei da resenha Guilherme. Fiquei bem atraída com a temática do livro, mas infelizmente parece que o enredo não foi muito bem desenvolvido. Abraço!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  3. Oie Guilherme!
    Eu amo livros assim e estava atrás de um para ler haha.
    Amei a resenha ficou muito boa, parabéns.
    Abraço!

    http://meumundoraay.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Gui!
    Bom, você já sabe minha opinião sobre esse livro. É bem fraca a pontuação que dou pra ele, não achei um livro tão original, embora a história tenha um potencial grande para ser muito boa. Mesmo assim quero continuar lendo a saga para saber se a coisa melhora.

    Abraço.
    Diego, Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, Guilherme, tudo bem?
    Não conhecia "Hald Bad", mas gostei da premissa do livro. Essa questão de cerimônia quando o jovem completa determinada idade me lembrou muito a série "Beautiful Creatures", pois ocorre o mesmo nela.
    Um ponto positivo foi o fato da obra conter capítulos curtos, gosto de livros assim.

    Boas Festas,
    Tudo Online

    ResponderExcluir
  6. Oi Gui,

    Adorei sua resenha, tô um pouco balançada com esse livro. No momento não daria uma chance, mais pra frente com certeza. Li em outras resenhas que o primeiro livro é o mais fraco da trilogia.

    Beijos e boas festas
    Cintia
    http://www.devaneiosdeumacindy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá, Guilherme.
    Parabéns pela resenha. A sua é a primeira que leio desse livro e me fez ficar interessada nele. Eu achei a premissa muito boa e acho que leria, mesmo ele tendo dado uma decaída no meio. Mas é um livro que quero ler, mas não vou ler tão já.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  8. Olá, Guilherme!
    Muitas pessoas comentam desse livro, mas nunca parei para ler uma resenha ou até mesmo a sinopse. Então, depois de ler sua resenha fiquei bem curiosa quanto ao livro. Adoro fantasia e admito que já vou colocar esse livro como desejado no Skoob <3
    Beijos!
    http://apenasumaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Guilherme!
    Eu nunca ouvi falar desse livros pois não conheço e nem li muitos mas sou apaixonada por isso sempre venho aqui dar uma lidinha nas suas resenhas e acrescentar mais um livro a minha listinha.
    Eu te indiquei para uma tag literária e eu realmente espero que goste e que a faça aqui, acho que vai ser uma experiência ótima, dá uma olhadinha lá.

    Xoxo

    Com Carinho|The Universe

    ResponderExcluir
  10. Oi
    eu já vi muitos falarem bem desse livro e a história parece ser legal, pena que o protagonista sofre tanto, ainda quero ler e que bom que você gostou.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá Querido!
    Adorei o post! O seu blog é maravilhoso, é tão bom ver rapazes blogueiros!
    Já sou sua seguidora!
    Eu tenho um blog acerca de livros, pensamentos e palavras, palavras verdadeiras.
    Dá-me a honra da sua visita?
    Fico à espera!
    De qualquer maneira muito obrigada!
    Continuação de Boas Festas!
    Um Grande Abraço diretamente de Portugal!
    Margarida Ferreira
    vivendocomaspalavras.blogspot.pt

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Obrigado! fico feliz que tenha gostado :)

      Excluir
  12. Me parece bem interessante. Gostei dessa coisa de bruxos de luz e das sombras.
    Acho que nunca li um livro em segunda pessoa.
    letrasfloresecores.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Gui!
    Já tinha visto esse livro algumas vezes e gostei de enfim entender sobre o que se trata.
    Ótima resenha!
    Bjs!


    http://blogquerida.blogspot.com.br/
    Tá rolando promoção no blog: "Concurso Cultural: Sua vida, um conto de fadas" http://goo.gl/7xZSIS

    ResponderExcluir
  14. Oi Guilherme!
    Não conhecia o livro, mas achei interessante. Uma coisa que me deixou curiosa é essa questão do desenvolvimento da idade, são muitos anos em pouco tempo.
    Feliz Ano Novo pra você, desejo um 2016 cheio de alegrias. =)
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  15. Oie Guilherme =)

    Tenho bastante curiosidade de ler essa série, pois só leio resenhas positivas. Porém vou ter que esperar um pouco pois tenho muitas séries começadas rs...

    Ótima resenha!

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  16. E aí Guilherme!
    Confesso que fiquei com pé atrás quando vi esse livro achando que seria mais uma história de bruxos pendendo pra história de HP.De fato tem algumas semelhanças,mas no geral a história se diferencia bastante e é aquilo que você disse:na metade do livro até o final a autora se perdeu na narrativa,deixou a história cansativa e arrastada,mas no geral gostei bastante.Ainda quero continuar a trilogia.
    Abraços!

    http://livreirocultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

DEIXE A SUA OPINIÃO!

Postagens mais visitadas deste blog

Sumiço, Mudanças + O Que ando lendo

Lembrança por Meg Cabot

Os Lançamentos de Julho | 2016