Ler Um Livro na Hora Certa?


Essa semana estava eu procrastinando no youtube quando me deparo com um vídeo da Ariel do ArielBisset com o mesmo título desta postagem. No vídeo ela explica que quando leu Apenas um Dia há alguns anos atrás a experiência dela foi ótima, e esse ano quando decidiu reler o livro ela odiou e isso a fez pensar sobre o tempo apropriado de cada livro.

Esse tema caiu tão sem querer no meu colo e de repente parei para pensar nos livros que estava lendo no momento e em como está sendo essa experiencia nessa determinada fase da minha vida.
Os livros em questão são Fake, do Felipe Barenco e Amanhã: Quando A Guerra Começou, do John Marsden. Quando li a sinopse de Fake fiquei bem intrigado e decidi ler imediatamente pois por coincidência do destino estou na mesma fase que o personagem principal, Téo. Ele está entrando na faculdade, se sente indeciso em relação a muitas coisas e é exatamente a onde estou hoje. Li o livro, adorei e com certeza acertei em ler justamente na semana em que fiz vestibular, digo mais na resenha. 

Já o segundo, Quando A Guerra Começou foi uma experiência bem diferente do que eu esperava, esse livro estava na minha meta de leitura há mais de 3 anos, tinha uma vontade imensa de ler ele mas quando li não achei tudo isso, na verdade foi um livro ok. Aí parei pra pensar, e se eu tivesse lido lá na época que queria muito? provavelmente teria amado muito mais.

Existe um tempo certo para ler um livro?.

Na infância é comum ler gibis, HQs e contos de fadas, porém nessa fase a nossa percepção de mundo é pequena e por muitas vezes o real significado fica oculto na nossa mente, quando lemos estes mesmos livros quando adultos não olhamos para eles com um olhar diferente? E nem por isso a magia se perde, muitas vezes ler um livro infantil quando adulto pode ajudar a entender uma criança e a infância em si.

Pensando nisso, fiquei me perguntando se quando chegar aos meus 30, 40 anos ainda estarei lendo fantasias sobre universos fantásticos ou se me renderei a todos os clássicos que ainda não li e os romances policias. Provavelmente não, talvez sim.

Como gosto musical, gosto literário também muda.

Enfim, a experiência de ler um livro quando ele se passa na mesma fase que você e lê-lo quando a sua vontade é alta é incrível, por isso, aprendi a dar prioridade a isso. Fica a dica pra vocês também :).

Comentários

  1. Eu li o livro "Sussurro" em uma época meio rebelde minha e simplesmente amei. Fico pensando, se tivesse lido pela primeira vez ano passado, acho que teria sido diferente.
    Beijos,
    http://decorouotalbolero.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Acho que livros são totalmente de época!
    Exemplo: amo terror, mas nas épocas que to mais depressiva só consigo ler romances '-' o terror parece que não agrada.
    Eu iniciei a leitura muito tarde, então acho que essas coisas acontecem comigo com mais frequencia XD

    http://meubaudeestrelas.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/blogmeubaudeestrelas/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo Jacque! cada livro tem seu tempo.
      Abraço!

      Excluir
  3. Oi Guilherme!
    Acho que vamos amadurecendo e com isso os gostos vão mudando ou simplesmente vamos prestando atenção em outros gêneros e tal.

    Beijos,
    Epílogos e Finais

    ResponderExcluir
  4. É um ótimo questionamento, sou super fã de livros de terror/suspense e de fantasia. Mas daqui a 10 anos pode ser que mude, ou não. Mas assim como meus gostos músicais ainda há bandas que ouvia na adolescência e ainda ouço hoje, então acredito que ainda haverá autores que leio hoje e que preservarei futuramente.
    Beijos
    Instante Efêmero

    ResponderExcluir
  5. Oi, Guilherme! Tudo bem? Eu vi esse vídeo da Ariel e adorei o fato de você ter trago a discussão para o seu blog! Acredito sim que existem livros que funcionam melhor em certa época para você, mas isso não é exatamente uma regra, eu acho. Penso que, cada vez mais que você lê livros e aprende coisas novas, suas exigências vão mudando assim como o seu gosto vai sendo moldado e refinado... Eu li muitos sobrenaturais quando era bem mais nova e hoje não deixo de lê-los, porém seleciono melhor as minhas leituras. Hoje estou numa vibe de clássicos, lendo de tudo, mas tenho certeza que vai chegar uma hora que saberei escolher melhor quais deles me interessam mais. No final das contas, assim como você disse, quanto mais você lê, mais você tem certeza de que um livro é bom para ser conferido em determinada época da sua vida!
    Jéssica S. - http://lereincrivel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá! Bom, eu concordo sobre o fato de que podemos ter percepções diferentes de livros que lemos em situações diferentes exatamente pelo fato de nos identificarmos ou não com a situação da história tratada. E curti bastante esse assunto que você quis abordar nessa postagem. Realmente isso nos leva a refletir um pouco mais.

    http://milimetrosegundo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olha, eu sou extremamente eclético, não existe um livro que eu não leia. Por esse motivo, acredito que não terei problemas em reler meus livros de adolescente quando estiver nos meus quarenta anos. Quem sabe?
    Um grande abraço e que a Força esteja com você!
    http://www.paradageek.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi Gui,

    Adorei o texto, tenho um certo medo que isso me aconteça. Não quero me imaginar com 30/40 anos e limitar minha leitura. Já tem um tempo que venho me arriscando, tentando sair da minha zona de conforto e olha está funcionando muito bem.

    Beijos!

    Cintia
    http://www.devaneiosdeumacindy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Gui,
    eu acredito bastante que os livros têm seu momento certo para leitura. Penso isso, principalmente, quando alguma leitura está bem arrastada e eu acabo abandonando o livro. Em alguns momentos, retomei a leitura um bom tempo - até mesmo anos! - depois e a leitura fluiu. Acho que o que você disse é fato, a gente cresce e amadurece e os nossos gostos se modificam um pouco, mas além disso, às vezes tudo o que está acontecendo ao seu redor influencia para que aquele não seja o livro certo, na hora certa.
    Ótimo tema.
    Bjs*.*
    MaH

    O que disse, Alice?

    ResponderExcluir
  10. E aí Guilherme!
    Tudo bom?
    Excelente tema pra reflexão.Acho que existe um momento certo pra gente ler um livro,mas nem sempre a gente entende esse momento.É muito prazeroso quando a gente pega um livro e ele se encaixa justamente no momento em que estamos vivendo,parece que aquelas palavras foram escritas diretamente pra gente.
    Fiquei pensando em alguns anos atrás e vi como meu estilo literário mudou e acho que isso faz parte,mas não descartei os estilos que eu costumava ler,ainda bem!
    Abraços!

    http://livreirocultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

DEIXE A SUA OPINIÃO!

Postagens mais visitadas deste blog

Sumiço, Mudanças + O Que ando lendo

Lembrança por Meg Cabot

Os Lançamentos de Julho | 2016